Ablação de Tumores

– O que é a Ablação Percutânea de Tumores?

É uma terapia minimamente invasiva que objetiva destruir o tumor, sem a necessidade de cirurgia. Para isso, utilizamos agulhas especiais que serão inseridas na lesão-alvo através de um pequeno furo na pele.

Quais os tipos de tumores podem ser tratados com ablação?

A Ablação Percutânea é uma técnica utilizada para tratar diversos tipos de tumores, sejam eles primários ou metastáticos.

Uma das principais indicações desse procedimento são os tumores localizados no fígado, podendo ser utilizado também em tumores de rim, pulmão, adrenal, ossos, entre outros.

Além dos tumores malignos, existem indicações para o uso da técnica no tratamento de tumores benignos, como miomas uterinos, tumores ósseos dolorosos (como o osteoma osteoide) e nódulos tireoidianos.

– Como o procedimento é realizado?

Apesar de ser um procedimento minimamente invasivo, devemos contar com um ambiente seguro e que proporcione alta eficiência ao tratamento. Para isso, realizamos o tratamento em um hospital com boa estrutura.

Visando o adequado posicionamento da agulha no interior do tumor e o controle em tempo real do procedimento, a ablação é feita sob orientação de métodos de imagem, como ultrassom ou tomografia computadorizada, e em conjunto com a equipe anestésica, que realizará uma sedação ou anestesia geral, dependendo de cada caso.

As principais técnicas de ablação utilizam agentes térmicos para alcançar a morte das células tumorais. Enquanto na Crioablação conseguimos congelar essas células, na ablação por Radiofrequência (RF) ou por Micro-ondas (MW) podemos “cozinhá-las”, conseguindo assim destruir permanentemente essas células tumorais.

Na grande maioria dos casos, o paciente é internado no dia do procedimento e recebe alta hospitalar no dia seguinte, com retorno precoce às suas atividades habituais.

– Esse procedimento causa algum efeito colateral?

Alguns pacientes podem cursar com a síndrome pós-ablação, que é causada pela liberação de citocinas na corrente sanguínea decorrentes do processo inflamatório e da necrose tecidual, levando a sintomas como mal-estar geral, náusea e febre baixa autolimitados. Dor local leve é esperada e bem controlada com analgésicos. Complicações graves são raras.

– Todo tumor pode ser tratado com ablação?

Não. Devemos levar em conta vários aspectos, como o tipo de tumor, o tamanho e a localização. A ablação é um método elegível para tumores pequenos e com visibilização adequada por exames de imagem.

– Se eu fizer uma ablação, posso realizar outros tratamento?

Sim. Além de ser uma modalidade segura e eficaz, que pode ser repetidas várias vezes, não impede a realização de outros tratamentos. Muitas vezes, é utilizada em conjunto com outras terapias para o câncer, como a quimioterapia, a radioterapia, as embolizações e cirurgias.

O conceito de multidisciplinaridade é de extrema importância para a definição da conduta.

A equipe do IMMI trabalha em conjunto com os oncologistas, radio-oncologistas e cirurgiões para definir o melhor tratamento disponível, de forma individualizada, sempre levando em consideração as preferências dos nossos pacientes.

Menu

Olá! Nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Para saber como alterar as configurações de cookies do seu navegador, clique aqui.

Se continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

Abaixo, você pode escolher que tipo de cookies você permite neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FuncionaisNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.Ao continuar navegando, entenderemos que você concorda com nossos termos de uso, política de privacidade e política de cookies.

AnalíticosNosso site utiliza cookies analíticos para possibilitar a análise e otimização para fins de usabilidade.

Mídias sociaisNosso site coloca cookies de mídias sociais para mostrar a você conteúdo de terceiros, como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

PropagandaNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, de mídias sociais ou de publicidade.